quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Christmas love

(...)
Santa baby,
I want a yacht
And really that's not a lot
I've been an angel all year
Santa baby
So hurry down the chimney tonight

Santa cutey
Fill my stocking with a Duplex
And checks
Sign your X on the line
Santa cutey
And hurry down the chimney tonight
(...)

Confesso que adoro esta música, embora proclame o materialismo natalicio quase ao extremo. Importa ter presente que não são os presentes a causa do Natal, embora sejam seu efeito. Estava sentada na carpete da salinha, a embrulhar presentes - lá está, rodeada de luzes, papéis sugestivos, laços, fitas, etiquetas brilhantes, sacos com árvores e pais natal e pensava sobre o significado de tudo aquilo. Afinal, todo o consumismo e loucura natalicia, mais não é do que uma forma de amor. E que estranha forma de amor! Senão vejamos, no Natal temos a "oportunidade" (já que não o fazemos no resto do ano) de demonstrar aos que nos são queridos o quão importantes são para nós, através de uma prendinha ou de um gesto mais carinhoso. Claro que também se oferece prendas a quem nem se simpatiza muito enfim, a sociedade a tal "obriga", mas não são essas que nos importam.

Nesta época as pessoas ficam mais altruístas e solidárias, lembram-se de que os outros também têm problemas, não são só os próprios, e ficam um pouco mais conscientes do que se passa no Mundo e de que, infelizmente, muitos não terão um Natal humanamente condigno. Relativamente a estes, restam-nos pedir que tenham o coração repleto de amor e esperança num futuro melhor.
Já em jeito de despedida, não se esqueçam:
- Prolonguem o "Christmas spirit" o ano inteiro (vá, tentem plo menos até Fevereiro!)
- Coloquem um pouco de amor em cada prenda
- Ignorem o stress, façam uma playlist natalicia e esqueçam as confusões ao redor

Aproveitem bem esta época, com as suas características luzes, cores, cheiros, sabores, risos, abraços, alegria, familia...PRENDAS!!! ehehe;)
Deixo-vos com votos de FELIZ NATAL e com este video para que não se esqueçam da causa dos presentes e do Natal...

video

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Casamento Homossexual

Anda a circular no bar da faculdade, uma petiçãozinha com vista ao referendo do casamento entre pessoas do mesmo sexo. E eu pergunto: REFERENDO PARA QUÊ?? Só podem ser referendadas matérias de relevante interesse nacional, será que é o caso? Claro que não! Estamos a falar de uma desigualdade que há muito se verifica na lei substantiva e, como tal, desrespeita o principio constitucional da igualdade que proíbe qualquer discriminação em função da orientação sexual (entre outras). Com efeito, dispõe o art. 1577º do Código Civil: " Casamento é o contrato celebrado entre duas pessoas de sexo diferente... bla bla bla". Bastava suprimir aquela expressãozinha! E claro, o desvalor jurídico da inexistência prevista para o casamento entre pessoas do mesmo sexo, constante do art. 1628º.

A verdade é que não há nada que justifique a manutenção desta discriminação! O art.36º da Constituição (conjugado com o Principio da Universalidade) prevê que todos têm direito ao casamento, remetendo para a lei civil os respectivos requisitos, não adoptando qualquer conceito relativamente a este instituto. O direito ao casamento para os homossexuais é assegurado, só que não é com quem quiserem, é com alguém do sexo oposto..o que é uma total subversão da liberdade de celebração inerente a um contrato, como é o casamento.

Independentemente destas considerações meramente jurídicas, está a consciência e mentalidade dos portugueses, bastante retrógrada, por sinal. Digam-me, por favor, em que é que são prejudicados com o casamento entre homossexuais?? Em que é que o direito ao casamento entre heterossexuais é mais, ou menos, afectado?? Eu respondo: absolutamente NADA!!! É apenas o tipico vicio português de julgar/opinar/estatuir sobre a vida dos outros! Por isso é que tantos preferem o referendo, já sabem o que "a casa gasta", infelizmente.
Por isso peço-vos que coloquem a mão na consciência, deixem-se de egoísmos e digam livremente: CASEM-SE À VONTADE!! Nem sabem no que se vão meter...lo0l

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Baby

(Caetano Veloso/ version: Os Mutantes)

You know, you must take a look at the new land
The swimming pool and the teeth of your friend
The dirt in my hand
You know, you must take a look at me

Baby, baby
I know that’s the way

You know, you must try the new ice-cream flavor
Do me a favor, look at me closer
Join us and go far
And hear the new sound of my bossa nova
(...)

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

"Antígona" de Sófocles

Direito Natural VS Direito Positivo

"
Creonte- Ó tu que mantens os olhos fixos no chão, confessas, ou negas, ter feito o que ele diz?
Antígona- Confesso que o fiz, confesso-o claramente!

Creonte- Fala agora, por tua vez; mas fala sem demora! Sabias que, por uma proclamação eu havia proibido o que fizeste?

Antígona- sim, sabia! Por acaso podia ignorar, se era uma coisa pública?

Creonte- E, apesar disso, tiveste a audácia de desobedecer a essa determinação?

Antígona- Sim, porque não foi Júpiter que a promulgou; e a Justiça, a deusa que habita com as divindades subterrâneas jamais estabeleceu tal decreto entre os humanos; nem eu creio que teu édito tenha força bastante para conferir a um mortal o poder de infringir as leis divinas, que nunca foram escritas, mas que são irrevogáveis; não existem a partir de ontem ou de hoje são eternas, sim! E ninguém sabe desde quando vigoram! Por causa das tuas leis não queria eu ser castigada perante os deuses, por ter temido a decisão de um homem!

"

Antígona é condenada à morte, enforcando-se antes de isso... tudo por que prestou honras fúnebres a seu irmão, acto proibido por Creonte já que o mesmo tinha sido desleal para com a cidade de Tebas... coisas divertidas, enfim...

Ter de estudar dá-me para isto...

domingo, 1 de novembro de 2009

Tempo

Tick-tack; tick-tack; tick-tack; tick-tack . . .
-
Venho falar-vos da coisa mais preciosa de sempre, sem a qual não poderíamos aproveitar todas as outras. Todos temos a mesma quantidade por dia mas nem todos a mesma qualidade por hora. Todos queremos sempre mais mas nem sempre o necessitamos. A verdade é que o tempo de que dispomos é sempre o mesmo mas subjectivamente é muito diferente... Com os amigos, com o/a namorado/a, enquanto nos divertimos, enquanto rimos, enquanto dançamos e cantamos (num concerto de BSB, por ex.:P) o tempo passa tãooooo rápido... E enquanto esperamos numa fila, nas aulas mais secantes ou mesmo num domingo cinzento, só queremos que o tempo passe.
-
Aiiii o Tempo...poderia dissertar uma tese sobre as suas vicissitudes. Mas não tenho tempo.
-
Mas, afinal, o Tempo foi inventado pelo Homem, passou a existir e a correr por causa do Homem. Porque é que se agora o Homem quiser, o Tempo já não pára?? (eu até experimentei gritar "PÁRA!!!" mas sem efeitos, fui totalmente ignorada pelo meu relógio). É simples, o Tempo tornou-se num rebelde, já ninguém tem mão nele! É completamente sobre-humano, universal (o conceito de Tempo mas não o de hora), intemporal (pequeno pleonasmo), omnipresente... Será o Tempo um novo deus?? Iremos passar a orar para o Tempo nos dar mais tempo? Iremos idolatrar os poucos momentos de tempo livre em vez de os aproveitarmos? Iremos pedir ao Tempo que nos ajude a geri-lo? Não creio, de todo.
-
Apenas pretendo lembrar-vos de que o tempo não pára... And the time is now!!! Se alguém quiser fazer história na História da Humanidade tem o seu momento agora...the time is now! É só AGORA que podemos aproveitar o momento de AGORA...the time is now! Mais ninguem se importa, a vida é só tua... vive e agarra os bons momentos!
What're you waiting for??

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

O voto (já não) é secreto!

Com duas eleições, no espaço de duas semanas, quase que dá para enjoar de tanto exercício de poder politico. Sim, porque nos termos do n.º 1 do art.10º da CRP é o povo quem exerce o poder politico! Mas como? O mesmo artigo continua " através do sufrágio universal, igual, directo, SECRETO e periódico (...)". Pois é, a própria Constituição prevê o secretismo do voto, enfim, por razões variadíssimas que vão desde o receio de represálias (politicas, sociais, patronais) à influência da pressão do grupo.
-
A verdade é que o voto é cada vez menos secreto. Bom sinal, parece-me. Em todo o lado se ouvem criaturas a publicitar o partido X ou Z ainda que do mesmo não ganhem nada. É o meu caso. E, sem qualquer pudor, interpelo as pessoas, perguntando-lhes em quem vão votar/votaram. E, sem qualquer pudor, respondem-me! Entre família e amigos não há necessidade de o voto ser secreto. Ou será que há...? Sinceramente, é impossível não haver julgamentos de parte a parte. Cada um pensa de sua maneira mas nada obsta a que se questionem ideias, discutam pontos de vista, ridicularizem programas impossíveis e se partilhem risos no final. Ou a meio...
-
P.S. (post scriptum e não partido socialista) - Sabem que na assembleia de voto ou nas suas imediações ate 500m. não se pode dizer em que lista se vai votar/votou... E se eu, a 501m., com um megafone gritar: VOTA X!??

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Caminhos...


" - Poderia dizer-me, por favor, que caminho devo seguir? - perguntou Alice

- Isso depende muito de onde você deseja chegar - respondeu o Gato sorridente."


Alice no País das Maravilhas, Lewis Caroll

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Insatisfação Crónica

"Porque eu só estou bem aonde eu não estou, porque eu só quero ir aonde eu não vou." António Variações


Encontrei a Marta no barco, não a via há séculos. Estava fantástica, como sempre... Aproveitámos aqueles 25 minutos de marezada para falar de tudo e de nada (prosa que rima, é péssima!) e no intervalo de tudo isso cheguei a uma catastrófica conclusão: a Mulher é uma eterna insatisfeita... Sofremos de insatisfação crónica! Está tudo bem, as coisas correm conforme planeadas, temos tudo o que precisamos para ser feliz mas não chega. Nunca chega. Insatisfação por não ter emprego, insatisfação com o emprego. Insatisfação por não ter namorado, insatifação com o namorado. Insatisfação por não ter entrado na faculdade, insatisfação com a faculdade. Insatisfação por não ir às compras, insatisfação com as compras. Insatisfação por não ter tempo, insatisfação por não ter nada que fazer. Insatisfação por estar calor, insatisfação por que está de chuva... Simplesmente pode estar tudo perfeito, mas a satisfação não é completa! Que doença frustrante!
Óbvio que tal não resultou de 25 minutos de corte e costura mas de 22 longos anos de experiência e observação que naquele momento confluíram no meu cérebro originando esta científica descoberta!

Depois, andam os homens, vítimas ou culpados desta insatisfação, literalmente às apalpadelas, sem saber como reagir perante este períodos de quase TPM mais prolongados... Fica o meu conselho para os homens-vítima (para Um** em especial): tenham muitaaaaa paciência e deixem apenas a fase aguda de insatisfação passar.

É claro que há mulheres que têm, contudo, 1001 razões para estar insatisfeitas (cada uma, no seu íntimo, saberá porquê) e quanto a estas o tempo só servirá para agravar esse estado.. Há que tomar uma atitude (por vezes drástica) que ponha fim ao objecto da sua insatisfação. Seguidamente, poderá respirar aliviada e muito mais leve, na certeza, porém, de que a insatisfação voltará em breve, sob outro pretexto...
A culpa não é nossa, está no código genético!



"Somos infelizes por aquilo que nos falta, mas não felizes pelas coisas que possuímos; dormir não representa felicidade mas não dormir é insuportável" Voltaire

sábado, 26 de setembro de 2009

Dia de Reflexão

Hoje é dia de reflexão e confesso que, HOJE, ainda não reflecti. Não tive tempo. Tive a recuperar de uma ressaca e retomei os meus treinos de natação (pareço o Louçã e os "RRRRR"). Amanhã elegemos um novo 1ºMinistro (espero que seja "o", embora deseje muito uma "a", mas não aquela senhora...) e, para tal, é necessário exercer o direito de sufrágio (até para que depois se tenha legitimidade para contestar) e, para tal, é necessário pensar...

Felizmente não pensamos todos da mesma maneira, pelo que se espera uma diminuição do número de deputados do centrão e um correlativo aumento para os partidos periféricos, sejam de esquerda ou de direita... Que se lixe a estabilidade!!! Só peço Justiça e Igualdade neste país, não das maravilhas, mas de faz-de-conta.
Para os mais indecisos: http://www.bussolaeleitoral.pt/ - votem em quem quiserem, MAS VOTEM!


quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Samba de Verão

Muitas foram as musicas que marcaram o Verão. Esta, especialmente, marcou o meu... É das antigas mas muito saborosa!



Samba de Verão - Caetano Veloso



Você viu só que amor, nunca vi coisa assim

E passou, nem parou mas olhou só pra mim

Se voltar, vou atrás, vou pedir, vou falar

Vou dizer que o amor foi feitinho pra dar



Olha, é como o Verão, quente o coração

Salta de repente para ver a menina que vem



Ela vem sempre tem esse mar no olhar

E vai ver, tem de ser, nunca tem quem amar

Hoje sim, diz que sim já cansei de esperar

Nem parei nem dormi, só pensando em me dar



Peço, mas você não vem

Deixo então, falo só, digo ao céu, mas você vem.




Outono


Para quem não sabe, ontem começou o Outono e, para quem não reparou, estiveram 30º! Paradoxalmente, no 1º dia de Outono estive na praia... e estava simplesmente fantástica! Consegui armazenar uns 180 mergulhos refrescantes que me vão consolar nos (cerca de) 180 dias que faltam para começar a Primavera...passa num instantinho, acreditem!

A verdade é que, não obstante os 30º de ontem (e os 32º de hoje), este Outono ja se avizinhava: ruas cheias de folhas castanhas no chão, colecções de "fall/winter" a encherem as lojas (guilty: comprei um casaco e umas botas), o sr.-dos-gelados já foi substituído pelo sr.-das-castanhas no campo grande e, vejam só, parece que já começaram as aulas!!! São sinais que não podemos ignorar... E, por mais que eu o queira perpetuar, o Verão 09 acabou e deixou muito boas recordações...

Para o ano há mais...

Nota Prévia

Pois é, parece que também me rendi a esta coisa da blogosfera...

Refira-se que este blog não pretende abordar nenhum tema em especial, podendo até no mesmo surgir comentários sobre coisa nenhuma mas que simplesmente tenha invadido a minha mente... e é aqui que começa o medo: podemos ter uma reflexão politica, como um comentário a alguma comédia romântica ridícula a que tenha assistido, bem como alguma receita da bimby inventada por mim ou "emprestada" de outro blog, mas principalmente comentários a situações diversas e comuns do dia-a-dia que suscitem algum interesse (ou outra coisa qualquer).
Posto isto, espero então que gostem (ou não, é indiferente); que comentem (ou não, é indiferente); que se riam e chorem (ao mesmo tempo, se possível); que pensem...

BE NICE OR LEAVE

Acrescento ainda que o excesso de cor-de-rosa não se deve somente a gosto pessoal (piroso, já sabemos) mas também a ideologias politicas... E, no entanto, não vou votar Sócrates (Socras, para os amigos) no domingo.

OBRIGADOS.
 
diHITT - Notícias Top Blogs BlogBlogs.Com.Br