domingo, 29 de maio de 2011

Palhaçada eleitoral geral

Ai, ai... adoro um bom período eleitoral, com os inerentes beijinhos, sorrisinhos, ataques pessoais e auto-vitimização, compras de votos dissimuladas, slogans recheados de um patriotismo despovoado, debates pálidos e desesperados entre pseudo-candidatos, comícios cheios de discursos vazios e repetidos e promessas, muitas promessas. Promessas quiméricas e inconcretizáveis neste país das maravilhas, soterrado pela dívida externa, em que habitamos.

Mas o pior, pior...é que são sempre os mesmos, sempre as mesmas caras, os mesmos discursos, as mesmas expressões, o mesmo teatro... não há renovação! Já não se aguenta ver sempre as mesmas alminhas, com as suas campanhas obscuras e hipócritas, beijando e sorrindo ao povo que roubaram, ou ajudaram a roubar, seguidos pelo seu séquito de lambe-botas e o povo, cego, aplaude!
Meus queridos, O REI VAI NÚ! Abram os olhinhos...

Ainda pondero em que rei votarei (que paradoxo monárquico-democrático tão áspero) mas pelo andar da carruagem (e continua, não vês?) ainda vou é conferir legitimidade ao partido dos animais. De todos, são quem defende a mais nobre causa.

Deixo-vos com este vídeo divertido sobre o estado divertido a que chegou o Estado Português
video
 
diHITT - Notícias Top Blogs BlogBlogs.Com.Br